"Sabedoria do coração"

 

LEITURAS:

1ª: Sb 9,13-19. Salmo 90/89,3-6.12-14.17. R/ Senhor, tendes sido o nosso refúgio através das gerações. 2ª: Flm 9b-10.12-17. Evº: Lc 14,25-33. III S. Salt.

 

UMA IDEIA

A dinâmica radical do Evangelho está sempre presente! Jesus Cristo não abdica de apresentar a verdade da sua missão, sendo também exigente com os outros. Apresenta duas condições: «quem não toma a sua cruz... quem de entre vós não renunciar a todos os seus bens, não pode ser meu discípulo» (evangelho). Aos nossos olhos, pode parecer impossível! Para compreendermos estas condições, peçamos o dom da «sabedoria» (1ª), invoquemos o Espírito Santo, com confiança: «Desça sobre nós a graça do Senhor nosso Deus» (salmo). Para quem ama Jesus Cristo, ser seu discípulo missionário é uma questão de fé e de amor. O amor a Jesus Cristo transforma-se em misericórdia com os outros, levando-nos a acolher quem quer que seja «como irmão muito querido» (2ª). O amor é capaz de tudo!

 

UM SENTIMENTO

A sabedoria é um dom que Deus concede ao ser humano pelo Espírito Santo. Aprendamos a pedir a «sabedoria do coração» (salmo). Não há verdadeira sabedoria sem humildade, a virtude própria de quem se sabe criatura e se abre à ação divina. É um dom que não alcançamos sozinhos: os nossos pensamentos são «mesquinhos e inseguras as nossas reflexões» (1ª). A iniciativa de Deus é primordial: vem ao nosso encontro, revela-se, comunica-se, dá-se pela Sabedoria, dom do Espírito Santo. Assim, temos que desejar e pedir a Sabedoria. Se a acolhermos, ela torna-se um dom que salva, porque nos guia na renúncia ao egoísmo e na prática do bem.

Próximos Eventos

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos