Capuchinhos em Missão

Missionário visita comunidade de TuriahaFranciscanos Capuchinhos, Missionários Capuchinhos, ou simplesmente Capuchinhos, são os nomes comuns para designar a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, em Portugal, uma instituição religiosa da Igreja Católica, que nasceu a partir da Ordem fundada no século XIII por São Francisco de Assis, com o objetivo de viver e anunciar o Evangelho, em Fraternidade, na simplicidade e na alegria.

O Evangelho, na compreensão do qual os irmãos procuram progredir continuamente, a conversão do coração, a primazia da oração, afetiva, e os conselhos evangélicos (castidade consagrada a Deus, pobreza e obediência), são como que meios operativos para uma vida de intenso amor à Igreja, na vida da qual participamos ativamente, e uma dedicação incansável aos homens do nosso tempo, de um modo especial os mais pobres, os débeis e os doentes, partilhando da sua vida e, com eles, o nosso património espiritual, em ordem a uma melhor promoção e libertação integral da pessoa, e a um autêntico progresso da sociedade humana e à sua salvação.

É próprio do Franciscano Capuchinho, nas sendas de São Francisco, o sentimento de fraternidade universal,  pelo qual nos sentimos irmãos de todas pessoas e criaturas, e que se traduz numa vida próxima dos mais pobres, partilhando, com muito amor, dos seus problemas e da sua condição humilde, e ainda no respeito pela criação e no diálogo ecuménico e inter-religioso.

Atualmente os Franciscanos Capuchinhos de Portugal estão presentes na Missão em Timor e na Missão em Angola.

MISSÃO EM TIMOR-LESTE

PRESENÇA EM LALEIA (DIOCESE DE BAUCAU)

FRATERNIDADE DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE LALEIA

Os Irmãos

Frei Hermano Filipe

Frei Maximilianus Beber

Frei Mikael Denko

Vocações

Leigos Capuchinhos em Missão (pdffacebook)

Berni Sullivan

 

Paróquia de Laleia (facebook)

Centros de Culto

Laleia

Samalai

Cairui

Hatucarau

Turiaha

Ra'e-Bu'u

Evangelização

Catequese da Infância e Adolescência

Pastoral da Educação

Jardim de Infância «Irmão Sol»

Biblioteca e Sala de Apoio ao Estudo

A.T.L.

Pastoral dos Meios de Comunicação Social (Rádiu Na'i Feto: 88.5 FM)

Pastoral Social (Fó Liman ba Malu)

Pastoral da Criança (Pastoral da Saúde)

Pastoral do Idoso 

PRESENÇA EM TÍBAR (DIOCESE DE MALIANA)

FRATERNIDADE DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

Os Irmãos

Frei António Pojeira Dias

Frei Luan Le

Frei Ricardo Tinoco (pós-noviço)

Frei Manuel (pós-noviço)

Frei Jesuíno (pós-noviço)

Frei Nicolau (pós-noviço)

Frei Mateus (pós-noviço)

 

Estamos em Tibar desde Janeiro de 2008

Vindo de Motael – Dili – o Postulantado instalou-se no novo convento em Janeiro de 2008, que naquele tempo se situava dentro do “território” sob jurisdição da diocese de Dili. A partir de 25 de Abril de 2010 passamos a integrar a Diocese de Maliana criada pela Santa Sé nesse mesmo ano.

A Fraternidade era constituída pelo Fr. Manuel Rito e Fr. José Luís.

Os aspirantes, superada esta fase vinham de Laleia para cá. Em Tibar faziam a entrada no Postulantado, preparando-se para o noviciado.

A nossa actividade formativa voltava-se fundamentalmente para as vertentes franciscana, litúrgica, social e humana. Para aproveitar o tempo, foram inscritos no curso de filosofia do Seminário Maior de Fatu Meta.

Actualmente, o convento de TIBAR é a residência dos nossos POS-NOVIÇOS que, diariamente vão para Dili frequentar o INSTITUTO D. JAIME GOULART.

Na dimensão pastoral, foi-nos concedido celebrar a Eucaristia, cada Domingo, alternadamente, em Tibar e em Cassait. Foi uma anuência do Pároco de Liquiçá e dos Padres Salesianos.

Em 2013, na Quarta-feira de Cinzas,  por determinação do Bispo de Maliana e com delegação do Pároco de LIQUIÇÁ, assumimos a responsabilidade pastoral da Zona de Tibar que engloba as seguintes comunidades OU CENTROS DE CULTO com Eucaristia todos os fins de semana:

Tibar,  

Rai Metan e Riheu,

Fahi Teen,

Nasuta,

Lebuloa.  

Gamanuhati,

Hatubesilolo, (1 vez por mês)

Celebramos semanalmente a Eucaristia,

atendemos os doentes que nos são encaminhados,

administramos o Sacramento da Reconciliação,

dinamizamos a pastoral jovem e estamos a preparar a formação de Catequistas para uma Catequese com metodologia mais actual.

Atendemos espiritualmente 4 comunidades religiosas femininas e um instituto secular.

Socialmente, distribuímos alguns alimentos e preparamos um lugar, que poderemos chamar FONTE, onde as pessoas, estando aberto o portão, podem entrar para abastecer-se de ÁGUA. E são dezenas as famílias que diariamente usam desta cedência essencial.