Um Salmo

Imprimir

Salmo 139

 

Senhor,

Tu sabes quando me sento

e quando me levanto;

Tu sabes quando caminho

e quando descanso.

Eu nada sei.

Apenas vejo a Mão

que me protege.

 

Quando olho o céu,

és Tu que me vês.

Quando fecho os olhos,

sou eu o cego.

 

Quando a praia me seduz,

és Tu o mar.

Quando o mar assusta,

sou eu a criança.

 

Quando procuro,

és Tu que me encontras.

Quando desisto,

sou eu que me perco.

 

Quando a aurora vem,

és Tu o sol.

Quando a esperança vai,

sou eu a noite.

 

Quando semeio paz,

és Tu o fruto.

Quando semeio ventos,

sou eu a tempestade.

 

Quando espero

és Tu que chegas.

Quando tenho pressa,

sou eu que fico.

 

Quando o coração reza,

és Tu que cantas.

Quando a boca pede,

sou eu que falo.

 

Quando creio,

és Tu o rio.

Quando duvido,

sou eu o deserto.

 

Quando sofro,

és Tu que me amas.

Quando canto,

sou eu que agradeço.

 

 

Para rezar este Salmo em grupo

1. O Animador lê a introdução ao Salmo, na edição da Difusora Bíblica, para situar o texto no contexto.

2. Rezar o Salmo da Bíblia; em grupo ou em família, a dois coros, podendo-se cantar uma antífona após cada estrofe.

3. Em silêncio, pensar nas primeiras impressões ou na mensagem recebida. A seguir, pode-se partilhar.

4. Rezar o texto desta página, individualmente. E comparar a mensagem colhida no Salmo da Bíblia com a novidade ou surpresa deste texto. Em grupo, cantar de novo a antífona.

5. Se for em grupo, proclamar este texto em dois coros.

6. Escrever o próprio Salmo, a partir desta experiência.