“Cumpriu-se hoje...”

 

LEITURAS:

1ª: Ne 8,2-4a.5-6.8-10. Salmo 19/18B, 8.9.10.15. R/ As vossas palavras, Senhor, são espírito e vida. 2ª: 1 Cor 12,12-30. Evº: Lc 1,1-4; 4,14-21. III S. Saltério

 

UMA IDEIA

Neste domingo, inicia-se a leitura contínua do evangelho segundo S. Lucas, que nos lembra a sacramentalidade da Palavra na esteira dos mais recentes contributos eclesiais recebidos depois do II Concílio do Vaticano. Já celebrada pelo povo da Antiga Aliança — «Todo o povo ouvia atentamente a leitura do Livro da Lei» (1ª) — e aclamada como «espírito e vida» (salmo), a Palavra assume a plena dimensão em Jesus Cristo. Ele é o Verbo feito carne que dá cumprimento a todas as promessas: «Cumpriu-se hoje mesmo esta passagem da Escritura que acabais de ouvir» (evangelho). A nós, que somos discípulos missionários pelo batismo, compete-nos promover a comunhão entre todos os membros do seu Corpo: «Há, portanto, muitos membros, mas um só corpo» (2ª).

 

UM SENTIMENTO

O evangelho segundo Lucas é uma catequese sobre a fé, escrita para o “Teófilo”, isto é, para aquele que quer viver como “amigo de Deus”. Lucas destaca a importância de conhecermos os factos, os detalhes da história, para podermos descobrir como o «hoje» da nossa vida também está marcado pela presença do Espírito de Deus, como estava o de Jesus. E apresenta Jesus Cristo, dizendo que nele se cumpre toda a Escritura: «Cumpriu-se hoje mesmo esta passagem da Escritura que acabais de ouvir» (evangelho). Jesus Cristo «abre o livro», em Nazaré. E abre igualmente o livro, hoje, no meio de nós. Somos convidados a acolher o Evangelho, a acreditar e a colocar a nossa confiança em Jesus Cristo. Ele ilumina os nossos passos, a nossa maneira de viver.

Agenda

Últimas notícias

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos