Como é tradição, os irmãos capuchinhos, após as celebrações pascais, reúnem-se para descansar e conviver, partilhando tempo e experiências da vida uns com os outros. Tal acontece já há muitos anos em Portugal, mas tem também acontecido nestes últimos anos em Timor-Leste.

Este ano o encontro decorreu entre os dias 24 e 26 de Abril em Tunubibi, Diocese de Maliana. Este local é muito especial para a família franciscana, pois é onde se encontra o mosteiro das nossas Irmãs Clarissas. E foi mesmo no seu mosteiro que resolvemos fazer o encontro este ano, visto as irmãs possuírem ali infraestruturas adequadas para a realização de retiros e encontros.

Com a presença de quase todos os irmãos professos, bem como os quatro irmãos noviços, este ano o encontro contou com a presença de 19 irmãos (infelizmente o Frei Luan Le teve que ficar na fraternidade em Tibar e o Frei Tilman encontra-se na Indonésia num curso para formadores).

Se o primeiro dia foi mais dedicado ao descanso e ao convívio fraterno, já o segundo dia ficou marcado pela manhã dedicada à reflexão sobre o VII CPO da Ordem Franciscana Capuchinha, sobre a Vida Fraterna em Minoridade. Além da exposição de cada uma das fraternidades sobre a reflexão feita previamente, também houve espaço para que cada irmão manifestasse as suas impressões e dúvidas pessoais. Toda esta manhã foi orientada pelo Frei Isidorus Jawa.

Já durante a tarde, decorreu o já habitual jogo de futebol. E como bons irmãos menores, não houve vencedores e vencidos, mas terminou o jogo com um empate… ou seja, venceu o espírito de fraternidade (sem lesionados!)

O último dia do encontro contou com uma reunião do Delegado Provincial de Timor Leste com os irmãos Noviços e Pós-Noviços, no intuito de dar a conhecer certos acontecimentos futuros que se aproximam, mas também para que os irmãos pudessem manifestar as suas ânsias, dúvidas e preocupações.

O encontro terminou com a Eucaristia fraterna de Acção de Graças pelos nossos Irmãos e Irmãs da Família Franciscana, os nossos Familiares e Benfeitores, bem como pela missão Capuchinha em Timor-Leste.

Seguiu-se, por fim, o almoço festivo fraterno, repleto de alegria e boa disposição.

Antes de partirmos para as nossas fraternidades, houve ainda tempo para um dos momentos mais importantes deste encontro fraterno. As nossas Irmãs Clarissas fizeram questão de se encontrarem connosco e de partilharmos um breve momento de diálogo, animando-nos mutuamente na vivência do carisma Franciscano-Clariano, como Francisco e Clara de Assis.

De regresso às nossas fraternidades, houve ainda tempo para uma paragem na fraternidade de Tibar, antes de os irmãos de Laleia seguirem o seu caminho.

Agenda

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos