A Ordem dos Frades Menores Capuchinhos alegra-se com a ordenação diaconal de dois capuchinhos timorenses. Foi na terça-feira, 19 de março, dia em que a Igreja celebrou a solenidade de São José. Os freis Hermenegildo Sarmento e Roberto Lafo receberam a ordenação diaconal pelas mãos do Bispo da Diocese de Díli, D. Virgílio do Carmo, na Igreja Catedral de Díli.

A festa contou com a presença de milhares de pessoas, incluindo todos os frades presentes em Timor, os familiares dos dois novos diáconos, todas as Ordens e Congregações da Família Franciscana de Timor-Leste e muitos cristãos.

Na sua homilia, o Bispo fez questão de lembrar que a ordenação diaconal impele o diácono ao serviço tanto à Igreja, como ao bispo e ao povo cristão. Tomando o exemplo de São Francisco de Assis, Dom Virgílio realçou que o melhor exemplo de evangelização que se pode dar não é aquele feito com palavras, mas com acções, através do exemplo dado junto do povo cristão.

Em entrevista ao canal televisivo GMN (grupo Média Nacional), que se fez representar com duas equipas de cobertura, o frei Hermenegildo salientou que o diaconado é um serviço que ele prestará à Igreja e que a responsabilidade dele, como diácono, é a de levar o Evangelho aos cristãos que vivem em aldeias isoladas, aos cristãos que são baptizados, mas que não vivem de acordo com a fé que professam e levar a Boa-Nova aos que ainda não conhecem Jesus.

A província portuguesa da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos quer desde já agradecer aos pais e familiares dos freis Hermenegildo Sarmento e Roberto Lafo e a todos os que ajudaram, através de acções concretas e oração, para que fosse possível estes dois irmãos se formarem e receberem a ordenação diaconal de modo a melhor poder servir toda a Igreja, em especial a de Timor-Leste.

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos