Nos dias 22, 23 e 24 de Abril, os Irmãos Capuchinhos realizaram o seu habitual encontro pascal, na Casa da Sagrada Família, junto à Praia de Mira. Os irmãos foram chegando ao longo da tarde do dia 22, provenientes das fraternidades de Barcelos, Porto, Gondomar, Fátima, Lisboa e Baixa da Banheira.

Como é habitual, o programa destes dias procurou privilegiar o encontro dos Irmãos, na alegria do Ressuscitado, em momentos fraternos de celebração, convívio e partilha da vivência das celebrações pascais em cada uma das fraternidades.

Neste Ano Laurenciano, em que se celebram os 400 anos da morte do capuchinho São Lourenço de Brindes, dedicou-se um dia inteiro, o dia 23, para uma visita a Lisboa, onde morreu em 1619, nomeadamente aos lugares mais ligados à sua figura: a igreja de São Paulo e a igreja de Santa Engrácia. Na igreja de São Paulo, ligada à estadia e morte de São Lourenço em Lisboa, houve a celebração da Eucaristia, dentro da qual o Ministro Provincial conferiu o ministério de Acólito ao Fr. Aventino Alves Gusmão. E na igreja de Santa Engrácia, ligada à presença dos primeiros capuchinhos em Lisboa e às solenes cerimónias que ali se realizaram por ocasião da beatificação deste santo capuchinho, houve o canto da oração de Vésperas.

No último dia, o dia 24, parte da manhã foi dedicada à partilha do estudo de dois documentos que haviam sido propostos como formação permanente dos Irmãos: as Orientações da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica intituladas “A economia ao serviço do carisma e da missão”, e o texto do III Conselho Plenário da Ordem dos Capuchinhos sobre a sua atividade missionária. Cada fraternidade apresentou a síntese dos números que lhe foram atribuídos no estudo destes documentos, individuando desafios e concretizações para a vida da fraternidade e da Província.

A celebração final, no fim da manhã do último dia foi de agradecimento e louvor ao Senhor pela vocação e testemunho dos Irmãos que este ano celebram bodas sacerdotais: de ouro, os irmãos Fr. Pedro Martins Ferreira e Fr. José António Fonseca Santos; e de prata, os irmãos Fr. Fernando Gustavo Ventura, Fr. José Maria Araújo de Carvalho e Fr. José Alberto Cruz Dias. Seguiu-se o almoço festivo, no fim do qual os os irmãos foram regressando às respetivas fraternidades.

Agenda

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos