No momento em que a sociedade do Paquistão está em polvorosa por conta da reação de setores radicais ante a libertação de Asia Bibi, a Igreja Católica continua a crescer. No último dia 30 de novembro, na Catedral do Sagrado Coração de Jesus, em Lahore, o Arcebispo Sebastian Francis Shaw presidiu à ordenação sacerdotal de sete jovens presbíteros membros da comunidade dos Franciscanos Capuchinhos.

"É uma grande alegria para nós, os capuchinhos no Paquistão e para toda a Igreja no país, celebrar a ordenação sacerdotal de sete diáconos que são frades capuchinhos da nossa Custódia", comentou o Padre Francis Nadeem, Provincial dos Frades Capuchinhos no Paquistão. "Os confiamos a Deus para que sejam fiéis discípulos de Cristo, da Igreja e servidores do povo do Paquistão, próximo das pessoas, sem discriminação de religião, cultura ou origem étnica".

A cerimónia de ordenação contou com a assistência de numerosos sacerdotes, religiosas e fiéis leigos num ambiente de alegria pelo dom de Deus para a Igreja local. "Com a graça de Deus, o número de frades capuchinhos aumenta", celebrou o Padre Nadeem. "Pedimos a todos que rezem pela comunidade de Frades Capuchinhos que trazem ao Paquistão uma mensagem evangélica de fraternidade, de serviço ao próximo, de compromisso com a justiça e a paz no Paquistão".

20181206 sete capuchinhos ordenados b

Por sua vez o Reitor da Catedral do Sagrado Coração de Jesus, em Lahore, Frei Inayat Bernard, destacou o crescimento vocacional do país que regista desde 2015 a ordenação de mais de 30 sacerdotes. A Igreja local é "fervorosa nas vocações sacerdotais e na vida consagrada, um sinal da bênção de Deus, que está sempre próximo do seu povo", afirmou o Reitor à Fides. As ordenações são sinal de um "futuro promissor para a Igreja Católica no Paquistão" e "as numerosas vocações à vida consagrada nas ordens religiosas femininas, um sinal que infunde confiança e esperança inclusive em dificuldades". (EPC)

Agenda

Mais lidos

  • Semana

  • Mês

  • Todos