Dossier Vaticano II (50 anos)

dossier_vat_00_banner_320

Em 25 de Janeiro de 1959, o papa João XXIII (1886-1963) comunicou a sua intenção de convocar um Concílio Ecuménico. As suas palavras colheram de surpresa os cardeais, o mundo e toda a Igreja. Foi o 21º Concílio Ecuménico e o II no Vaticano.

Pensou-se que o Pontificado de João XXIII seria breve e de transição. Breve foi, pois, tendo sido eleito em 1958, faleceu em 1963; mas de transição não foi: os efeitos do Concílio ainda se fazem sentir: na abertura da Bíblia aos católicos; na renovação da Liturgia; no valor dado ao povo de Deus e, neste, aos leigos; no diálogo da Igreja com o Mundo; na intensificação da atividade missionária “ad gentes”; na atenção aos meios de comunicação social para o anúncio do Evangelho; no reconhecimento da liberdade religiosa e dos valores das outras religiões não cristãs; no ecumenismo…

Iniciado a 11 de Outubro de 962 e concluído a 8 e Dezembro de 1965, o Vaticano II desenvolveu-se em 4 sessões, entre setembro e dezembro. Já foi Paulo VI, eleito em Junho de 1963, a convocar a II e a presidir ao encerramento.

Este dossiê, onde apresentamos material diverso acerca do Concílio, mantém-se aberto para acolher novos artigos.

 

» Das palavras da Bíblia à Pessoa de Jesus, Herculano Alves, OFMCap.

» Outro mundo, outra Igreja? Francisco Senra Coelho, Sacerdote da arquidiocese de Évora

» Que lugar à Palavra na vida da Igreja? Herculano Alves, OFMCap.

» Qual a missão dos Leigos? Vítor Arantes, OFMCap.

» Que imagem da vida Consagrada, Abílio Pina Ribeiro, CMF

» Um novo rosto da Missão?, Hermano Filipe, OFMCap.

» A Missa, em 1962 e em 2012, Lopes Morgado, OFMCap.

» Os 50 anos de João XXIII, César Pinto, OFMCap.