Espaço Jovem

Imprimir

"Crer em novas fronteiras"

crer_em_novas_fronteirasM

orreu no mar a gaivota mais esbelta,
A que morava mais alto e trespassava

De claridade as nuvens mais escuras com os olhos"

A Elegia à Gaivota, de Sebastião da Gama, bem pode ser uma "parábola" do jovem inquieto. Do jovem que não fica sentado na areia da praia, sem arriscar na aventura da vida.

As Estatísticas falam duma faixa juvenil demasiado satisfeita, sem preocupações pelas grandes causas. Os Jesuítas portugueses reuniram-se para umas Jornadas de Estudo. Tinham como Temática: "Crer na fronteira; Crer em novas fronteiras". Um deles, que trabalha com jovens universitários, reconhece que uma faixa da nossa juventude não voa muito alto nem é trespassada por grandes inquietações.

Pergunta: em que gastam o tempo muitos jovens adolescentes? Vemo-los muito agarrados ao telemóvel, quando passam pela rua e, até, sentados a estudar, com fios a encher de ruídos os ouvidos. Estruturados por esta superficialidade, é difícil descer à profundidade onde se pode encontrar Deus; é quase impossível comover-se pelo próximo caído na berma da estrada.

Um jovem que sai fora destes esquemas é quase olhado como um marginal. Mas os grandes vocacionados da Bíblia-Abraão, Moisés, Jeremias, Maria, Paulo de Tarso, tiveram de fazer silêncio para descer à profundidade, travar batalhas interiores, rupturas com mentalidades e mediocridades, para atravessar "Novas fronteiras". Foi o convite que Jesus Cristo fez a Simão Pedro :"Faz-te ao largo"; e vós lançai as redes"(Lc. 5, 6)

Cito uma Carta aos Jovens sobre as Vocações":

"Oxalá consigas escolher bem; essa escolha por vezes é fácil, outras vezes é uma verdadeira crucifixão. Lembra-te de Francisco de Assis que, para indicar a sua renúncia à vida burguesa, que o pai queria para ele, se refugiou nu, ou seja, despojado de todo o sinal de riqueza e de toda a pertença mundana sob a protecção do bispo de Assis."

Há poucos dias um grupo de jovens desta Comunidade Cristã de S. António (Barcelos) partiu em peregrinação a Assis. No momento que escrevo este artigo, outro grupo parte para uma experiência nova em Taizé (França).

No dia 15 de Agosto será ordenado sacerdote capuchinho, fr. Hermano Filipe, na Igreja dos Capuchinhos de Gondomar. Fr. Filipe partirá como missionário para as terras do "Sol Nascente", para Timor Lorosae.

Ainda há jovens que crêem em novas Fronteiras.

Que fazer da minha vida?