Sl 75

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

75 (74) O SENHOR É JUIZ

Este salmo tem todo o sabor de uma exortação profética. Fala do julgamento que Deus prepara para realizar sobre o mundo, num tempo bem definido e que parece sentir-se já próximo. Os adversários, condenados nesta sentença, são aqueles que não reconhecem a justiça de Deus como o critério que deve governar o mundo.


1Ao director do coro. Segundo «Não destruas».
Salmo. De Asaf. Cântico.
2Nós te louvamos, ó Deus; nós te louvamos!
Tu estás perto; proclamamos as tuas maravilhas.
3«No momento em que Eu decidir,
Eu vou julgar com rectidão.
4Mesmo que tremam a terra e os seus habitantes,
sou Eu quem sustenta os seus pilares.
5Digo aos arrogantes: ‘Não sejais insensatos!’
E aos ímpios: ‘Não sejais altivos!
6Não levanteis tão alto a cabeça;
não pronuncieis palavras insolentes’.»
7Não é do Oriente nem do Ocidente,
nem do deserto que vem o julgamento.
8Deus é que é o juiz:
a uns condena, a outros absolve.
9Na mão do SENHOR há uma taça
cheia de vinho forte a espumar.
Dela dá a beber aos malvados da terra;
e eles sorvem-na até ao fim.
10Eu, porém, louvarei o Deus eterno,
entoarei salmos ao Deus de Jacob.
11Ele destrói a altivez dos ímpios,
mas o poder dos justos será exaltado.



Salmos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150