Sir 47

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

David (2 Sm 5,1-25; 7; 12,1-14) 471  Depois dele, surgiu Natan a profetizar no tempo de David. 2  Assim como a gordura da vítima se separa da carne, assim David foi separado de entre os filhos de Israel. 3  Brincou com os leões, como se fossem cabritos, e tratou os ursos como cordeirinhos. 4  Não foi ele quem, na sua mocidade, matou o gigante e tirou a vergonha do seu povo, levantando a mão, com a pedra da sua funda e abatendo a arrogância de Golias? 5  Invocou, na realidade, o Senhor Altíssimo, o qual deu à sua dextra força para derrubar o temível guerreiro e, assim, exaltar o poder do seu povo. 6  Também foi celebrado por causa da morte dos dez mil homens; tornou-se ilustre com as bênçãos do Senhor e foi-lhe oferecida uma coroa de glória. 7  Porque desbaratou os inimigos de todas as partes e exterminou os filisteus, seus adversários, destruindo, até ao dia de hoje, o seu poder. 8Em todas as suas obras, deu graças ao Santo, ao Altíssimo com palavras de louvor. Com todo o seu coração cantou hinos e amou aquele que o tinha criado. 9  Estabeleceu cantores diante do altar, entoando com as suas vozes, doces melodias, dia a dia louvando-o com seus cantos. 10  Deu esplendor às festividades, brilho perfeito aos dias solenes, para que louvassem o santo nome do Senhor e fizessem ressoar o santuário desde a aurora. 11  O Senhor perdoou-lhe os seus pecados, engrandeceu o seu poder para sempre e assegurou-lhe, por sua aliança, a realeza e um trono de glória em Israel.   Salomão (1 Rs 3,4-28; 5,9-19; 6; 10,1-27; 11,1-13; 12; 2 Rs 17,21-23) 12Depois, sucedeu-lhe seu filho, cheio de sabedoria; por amor dele, teve um vasto e pacífico reino. 13  Salomão reinou em dias de paz. Deus circundou-o de tranquilidade, para que levantasse um templo ao seu nome e lhe preparasse um santuário eterno. 14  Quão sábio foste na tua juventude! Foste cheio de sabedoria como um rio! 15  O teu espírito cobriu toda a terra e encheste-a de sentenças e enigmas. 16A tua fama chegou até às ilhas longínquas, e foste amado na tua paz. 17  Pelos teus cânticos, provérbios, parábolas e interpretações, foste admirado em toda a terra. 18  Em nome do Senhor Deus, que é chamado o Deus de Israel, amontoaste ouro, como se fosse bronze, juntaste prata, como chumbo. 19  Entregaste-te ao amor das mulheres e deste-lhes poder sobre o teu corpo. 20  E maculaste a tua glória, profanaste a tua descendência, atraindo assim a ira sobre os teus filhos, e o castigo sobre a tua loucura. 21  Causaste, com isso, um cisma no reino, de tal modo que surgiu de Efraim um reino rebelde. 22Mas Deus não esqueceu a sua misericórdia, nem anulou nenhuma das suas palavras, não arrancou pela raiz a posteridade do seu escolhido; nem exterminou a linhagem daquele que o amava. Por isso, deixou um resto a Jacob, e a David um rebento da sua linhagem . 23  Por fim, Salomão foi descansar com seus pais, deixando atrás alguém da sua raça, loucura da nação, falho de inteligência, Roboão que, com a sua decisão, incitou o povo à revolta, 24  e Jeroboão, filho de Nabat, que fez pecar Israel e abriu a Efraim o caminho da iniquidade. Os seus pecados se amontoaram de tal maneira, que foram expulsos do próprio país. 25  Entregavam-se a todo o género de maldades, até que veio a vingança sobre eles.



Capítulos

Sir 1 Sir 2 Sir 3 Sir 4 Sir 5 Sir 6 Sir 7 Sir 8 Sir 9 Sir 10 Sir 11 Sir 12 Sir 13 Sir 14 Sir 15 Sir 16 Sir 17 Sir 18 Sir 19 Sir 20 Sir 21 Sir 22 Sir 23 Sir 24 Sir 25 Sir 26 Sir 27 Sir 28 Sir 29 Sir 30 Sir 31 Sir 32 Sir 33 Sir 34 Sir 35 Sir 36 Sir 37 Sir 38 Sir 39 Sir 40 Sir 41 Sir 42 Sir 43 Sir 44 Sir 45 Sir 46 Sir 47 Sir 48 Sir 49 Sir 50 Sir 51