Nm 31

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Guerra contra os madianitas1O SENHOR disse a Moisés: 2«Faz que os filhos de Israel se vinguem dos madianitas; depois irás juntar-te aos teus antepassados.» 3Moisés falou então ao povo: «Armai de entre vós homens para a guerra e que vão contra Madian para realizarem a vingança do SENHOR contra Madian. 4Mandareis para a guerra mil por cada tribo de todas as tribos dos filhos de Israel.» 5Juntaram-se, pois, dos milhares de Israel mil por cada tribo; doze mil foram armados para a guerra. 6Moisés mandou-os, mil por tribo, para a guerra e com eles Fineias, filho do sacerdote Eleázar, levando consigo os objectos sagrados e as trombetas para o toque de combate. 7Combateram contra Madian, como o SENHOR tinha ordenado a Moisés, e mataram todos os varões. 8Mataram também os reis de Madian. Entre os abatidos estavam: Evi, Réquem, Sur, Hur e Reba, os cinco reis de Madian; e mataram também à espada a Balaão, filho de Beor. 9Os filhos de Israel aprisionaram ainda as mulheres de Madian com suas crianças e pilharam todos os seus animais, todas as suas propriedades e todas as suas riquezas.

10Destruíram também, pelo fogo, todas as suas cidades, povoados e acampamentos. 11Juntaram, depois, todo o espólio e todos os despojos em homens e animais; 12levaram os prisioneiros, os despojos e o espólio a Moisés, ao sacerdote Eleázar e a toda a assembleia dos filhos de Israel no acampamento das estepes de Moab, que estão junto do Jordão, em frente de Jericó. 13Moisés, o sacerdote Eleázar e todos os chefes da assembleia saíram-lhes ao encontro, fora do acampamento.

14Moisés, porém, irou-se contra os oficiais do exército, os chefes de milhares e os chefes de centenas, que regressavam da batalha, 15e disse--lhes Moisés: «Porque deixastes com vida todas as mulheres? 16Foram elas que, instigadas por Balaão, arrastaram os filhos de Israel a trocar o SENHOR por Baal-Peor, o que foi causa do flagelo na assembleia do SENHOR. 17Vamos, matai, agora, todo o rapaz, e também toda a mulher que tenha tido relações com homens; 18mas conservai com vida todas as raparigas que não tiveram relações com homens e elas serão para vós. 19Vós ficai fora do acampamento durante sete dias. Todo o que tiver morto alguma pessoa e todo o que tiver tocado em algum cadáver purificar-se-á no terceiro e sétimo dias, vós e os vossos prisioneiros. 20Purificareis toda a roupa, todos os objectos de couro, toda a obra de pele de cabra e todos os objectos de madeira.»

21Disse, então, o sacerdote Eleázar aos homens do exército, que tinham ido para a guerra: «Estas são as normas da lei que o SENHOR ordenou a Moisés: 22Ouro, prata, cobre, ferro, estanho e chumbo, 23tudo o que vai ao fogo, passá-lo-eis pelo fogo e ficará puro; contudo, será purificado nas águas da purificação; e tudo o que não vai ao fogo passá-lo-eis pelas águas. 24Lavareis as vossas roupas no sétimo dia e ficareis puros; depois, podereis entrar no acampamento.»


Repartição dos despojos25O SENHOR disse a Moisés: 26«Tu, o sacerdote Eleázar e os chefes patriarcais da comunidade contai os despojos, os sobreviventes em homens e animais. 27Repartirás os despojos entre os que combateram, saindo para a guerra, e o resto da comunidade. 28Depois, como tributo para o SENHOR, tomarás dos homens de guerra que saíram para a batalha: um por quinhentos, tanto de pessoas como de bois, jumentos e rebanhos. 29Tomá-los-ás da metade que lhes toca e os entregarás ao sacerdote Eleázar, como tributo para o SENHOR. 30Da metade dos filhos de Israel tomarás um por cinquenta, tanto de homens como de bois, jumentos, rebanhos e de todos os animais e entregarás aos levitas que fazem a guarda ao santuário do SENHOR.»

31Moisés e o sacerdote Eleázar fizeram como o SENHOR ordenara a Moisés. 32O total dos despojos que capturaram os homens de guerra foi de seiscentas e setenta e cinco mil ovelhas, 33setenta e dois mil bois, 34sessenta e um mil jumentos, 35e trinta e duas mil mulheres que não tinham tido relações com homens. 36A metade dos que saíram para a guerra foi de trezentas e trinta e sete mil e quinhentas ovelhas, 37e fez-se para o SENHOR o tributo de seiscentas e setenta e cinco ovelhas; 38de trinta e seis mil bois deu-se para o SENHOR o tributo de setenta e dois; 39de trinta mil e quinhentos jumentos deu-se para o SENHOR o tributo de sessenta e um; 40de dezasseis mil pessoas deu-se para o SENHOR o tributo de trinta e duas pessoas. 41Moisés entregou ao sacerdote Eleázar o tributo da oferta para o SENHOR, conforme o SENHOR tinha ordenado a Moisés. 42A parte dos filhos de Israel, que Moisés requisitara dos homens de guerra, 43foi de trezentas e trinta e sete mil ovelhas, 44trinta e seis mil bois, 45trinta mil e quinhentos jumentos 46e dezasseis mil pessoas. 47Moisés tomou da parte dos filhos de Israel um por cinquenta, tanto de pessoas como de animais, e deu-os aos levitas que fazem a guarda ao santuário do SENHOR, conforme o SENHOR tinha ordenado a Moisés.

48Aproximaram-se, então, de Moisés os comandantes, que tinham estado à frente dos milhares do exército, chefes de milhares e chefes de centenas, 49e disseram a Moisés: «Os teus servos fizeram o recenseamento dos homens de guerra que estiveram à nossa ordem e não faltou nenhum. 50Por isso, cada um de nós quer apresentar uma oferta ao SENHOR daquilo que encontrou em objectos de ouro: braceletes, pulseiras, anéis, brincos e colares em expiação por nós diante do SENHOR.» 51Moisés e o sacerdote Eleázar receberam deles o ouro, tudo objectos trabalhados; 52e o ouro da oferta que os chefes de milhares e os chefes de centenas fizeram ao SENHOR era de dezasseis mil setecentos e cinquenta siclos. 53Os homens de guerra retiveram para si o que tinham pilhado. 54Moisés e o sacerdote Eleázar receberam o ouro dos chefes de milhares e de centenas e levaram-no para dentro da tenda da reunião, como memorial dos filhos de Israel diante do SENHOR.



Capítulos

Nm 1 Nm 2 Nm 3 Nm 4 Nm 5 Nm 6 Nm 7 Nm 8 Nm 9 Nm 10 Nm 11 Nm 12 Nm 13 Nm 14 Nm 15 Nm 16 Nm 17 Nm 18 Nm 19 Nm 20 Nm 21 Nm 22 Nm 23 Nm 24 Nm 25 Nm 26 Nm 27 Nm 28 Nm 29 Nm 30 Nm 31 Nm 32 Nm 33 Nm 34 Nm 35 Nm 36