Is 18

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Oráculo contra a Etiópia

1Ai da terra onde se ouve o zumbido das asas, que fica para além dos rios de Cu­che, 2que envia mensageiros pelo Nilo, em barcos de junco sobre as águas! Correi, mensageiros velozes, para um povo esbelto e bronzeado, para um povo sempre temido, para uma nação sempre pode­rosa e longínqua, que espezinha os inimigos cuja terra é sulcada por canais. 3Vós que habitais o mundo e po­voais a terra, quando for levantado o estan­darte nos montes, olhai; quando soar a trombeta, escutai. 4Assim me disse o Senhor: «Desde a minha morada, con­tem­plo sereno, como o calor ardente do meio-dia, como a nuvem do orvalho no tem­po quente da colheita.» 5Acontecerá como antes da vin­dima, quando a vinha já tem flor, quando a flor se tornou cacho e uva amadurecida. É então que são cortadas as ga­vinhas com a podadeira e os sarmentos são arrancados e lançados fora. 6Serão abandonados aos abutres dos montes e aos animais selvagens da terra. Os abutres dominam no Verão, e os animais selvagens no In­verno. 7Naquele tempo, esse povo esbelto de pele bronzeada, esse povo poderoso e longínquo, essa nação temida que espezinha os inimigos, cuja terra é sulcada pelos canais, há-de trazer os seus dons ao Se­nhor do universo, ao lugar onde está o seu nome, no monte de Sião.



Capítulos

Is 1 Is 2 Is 3 Is 4 Is 5 Is 6 Is 7 Is 8 Is 9 Is 10 Is 11 Is 12 Is 13 Is 14 Is 15 Is 16 Is 17 Is 18 Is 19 Is 20 Is 21 Is 22 Is 23 Is 24 Is 25 Is 26 Is 27 Is 28 Is 29 Is 30 Is 31 Is 32 Is 33 Is 34 Is 35 Is 36 Is 37 Is 38 Is 39 Is 40 Is 41 Is 42 Is 43 Is 44 Is 45 Is 46 Is 47 Is 48 Is 49 Is 50 Is 51 Is 52 Is 53 Is 54 Is 55 Is 56 Is 57 Is 58 Is 59 Is 60 Is 61 Is 62 Is 63 Is 64 Is 65 Is 66