Ex 23

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Deveres de justiça1Não levantarás rumores falsos. Não ponhas a tua mão com o culpado, para seres uma testemunha de injustiça.

2Não irás atrás da maioria para o mal, e não intervirás num processo para te inclinares atrás da maioria, violando a justiça. 3Não favorecerás o fraco no seu processo.

4Quando encontrares um boi do teu inimigo ou o seu jumento, desgarrados, tu lhos levarás de volta. 5Quando vires um jumento daquele que te odeia caído debaixo da sua carga, não o abandones. Deves soltá-lo com ela.

6Não falsificarás o direito dos teus pobres no seu processo.

7Manter-te-ás longe da causa mentirosa.

Não matarás um inocente e um justo, porque Eu não declaro justo um culpado.

8Não aceitarás presentes, porque o presente cega aqueles que vêem e perverte as palavras dos justos.

9Não oprimirás um estrangeiro residente; vós conheceis a vida do estrangeiro residente, porque fostes estrangeiros residentes na terra do Egipto.


Ano sabático e sábado (Lv 23,3-4; 25,1-7) – 10Durante seis anos semearás a tua terra e colherás o seu produto. 11No sétimo ano, porém, deixá--la-ás em pousio e abandoná-la-ás; os pobres do teu povo comerão, e os animais do campo comerão o que restar. Farás do mesmo modo para a tua vinha, para o teu olival.

12Durante seis dias farás os teus afazeres, mas no sétimo dia deixarás de trabalhar, para que descansem o teu boi e o teu jumento, e tomem fôlego o filho da tua serva e o estrangeiro residente.

13Guardareis tudo o que vos disse. Do nome de outros deuses não fareis menção: não se oiça na vossa boca.


Festas anuais (34,14-26; Lv 23,1-43; 25,1-22; Dt 16,1-17) – 14Três vezes no ano, farás uma festa em minha honra.

15Guardarás a festa dos pães sem fermento. Durante sete dias comerás pães sem fermento, como te ordenei, no tempo fixado do mês de Abib, porque foi nele que saíste do Egipto. E ninguém se apresente diante de mim de mãos vazias.

16Guardarás também a festa da ceifa, das primícias do teu trabalho, daquilo que semeaste no campo, e a festa da colheita, à saída do ano, quando recolheres os teus frutos do campo.

17Três vezes no ano todos os teus varões se apresentarão diante do Senhor DEUS.

18Não oferecerás o sangue do meu sacrifício com pão fermentado; e a gordura da minha festa não passará a noite até de manhã.

19Trarás à casa do SENHOR, teu Deus, os primeiros frutos das primícias do teu solo.

Não ferverás um cabrito no leite da sua mãe.


Promessas e recomendações antes da partida para Canaã20Eis que Eu envio um anjo diante de ti, para te guardar no caminho e para te fazer entrar no lugar que Eu preparei. 21Mantém-te atento na sua presença e escuta a sua voz. Não lhe causes amargura, porque ele não suportará a vossa transgressão, porque está nele a minha autoridade. 22Mas se escutares a sua voz e se fizeres tudo o que Eu falar, Eu serei inimigo dos teus inimigos e serei adversário dos teus adversários, 23pois o meu anjo caminhará diante de ti e te fará entrar na terra do amorreu, do hitita, do perizeu, do cananeu, do heveu e do jebuseu, e Eu exterminá-lo-ei.

24Não te prostrarás diante dos seus deuses, não os servirás, não farás como eles fazem, mas destruí-los-ás e quebrarás as suas estelas. 25Servireis o SENHOR, vosso Deus, e Ele abençoará o teu pão e a tua água, e Eu afastarei a doença do meio de ti. 26Não haverá na tua terra mulher que aborte ou que seja estéril, e Eu encherei o número dos teus dias.

27Enviarei diante de ti o meu pavor e provocarei a confusão em todos os povos em cuja terra entrares, e todos os teus inimigos fugirão de ti. 28Enviarei diante de ti vespas, para que expulsem da tua frente o heveu, o cananeu e o hitita. 29Não os expulsarei da tua frente num ano só, para que a terra não fique deserta, e se multipliquem contra ti os animais do campo. 30Vou expulsá-los da tua frente pouco a pouco, até que tenhas crescido e possas herdar a terra. 31Fixarei os teus confins desde o Mar dos Juncos até ao mar dos Filisteus, e do deserto até ao rio, pois colocarei nas tuas mãos os habitantes da terra, e tu os expulsarás da tua frente. 32Não farás aliança com eles nem com os seus deuses. 33Eles não habitarão na tua terra, para que não te façam pecar contra mim; porque tu servirias os seus deuses, e isso seria para ti uma armadilha.»



Capítulos

Ex 1 Ex 2 Ex 3 Ex 4 Ex 5 Ex 6 Ex 7 Ex 8 Ex 9 Ex 10 Ex 11 Ex 12 Ex 13 Ex 14 Ex 15 Ex 16 Ex 17 Ex 18 Ex 19 Ex 20 Ex 21 Ex 22 Ex 23 Ex 24 Ex 25 Ex 26 Ex 27 Ex 28 Ex 29 Ex 30 Ex 31 Ex 32 Ex 33 Ex 34 Ex 35 Ex 36 Ex 37 Ex 38 Ex 39 Ex 40