Ex 15

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Cântico de vitória (Jz 5,2-32) – 1Então, Moisés cantou, e os filhos de Israel também, este cântico ao SENHOR. Eles disseram:

«Cantarei ao SENHOR
que é verdadeiramente grande:
cavalo e cavaleiro lançou no mar.
2Minha força e meu canto é o SENHOR:
Ele foi para mim a salvação.
É este o meu Deus: glorificá-lo-ei;
o Deus de meu pai: exaltá-lo-ei.
3O SENHOR é um guerreiro:
SENHOR é o seu nome.
4Os carros de guerra do faraó e o seu exército Ele atirou ao mar;
e os seus combatentes escolhidos
foram afundados no Mar dos Juncos.
5Cobrem-nos os abismos:
desceram às profundezas como uma pedra.
6A tua direita, SENHOR,
resplandeceu de força;
a tua direita, SENHOR,
apanhou o inimigo.
7Com a grandeza da tua majestade,
destróis os que se levantam contra ti:
envias a tua ira,
que os devora como palha.
8Com o sopro das tuas narinas,
as águas amontoaram-se,
as ondas ficaram paradas como um muro,
os abismos coalharam no coração do Mar.
9O inimigo disse: ‘Perseguirei, alcançarei,
repartirei os despojos:
neles se saciará a minha alma.
Desembainharei a minha espada:
a minha mão os exterminará.’
10Sopraste com o teu vento,
e o mar os recobriu.
Afundaram-se como chumbo nas águas alterosas.
11Quem como Tu, entre os deuses, SENHOR?
Quem como Tu, enaltecido de santidade,
temível de glória,
fazendo maravilhas?
12Estendeste a tua direita:
a terra engoliu-os.
13Com o teu amor conduziste este povo que resgataste.
Com a tua força o guiaste para a tua morada santa.
14Os povos ouviram e estremecem:
um tremor se apoderou dos habitantes da Filisteia;
15 transidos de pavor ficaram então os chefes de Edom;
um tremor se apoderou dos poderosos de Moab;
esmorecem todos os habitantes de Canaã.
16Cairão sobre eles o pavor e o tremor;
com a grandeza do teu braço, ficarão paralisados como pedra,
até que passe o teu povo, SENHOR,
até que passe este povo que resgataste.
17Fá-lo-ás entrar e plantá-lo-ás na montanha que é a tua herança,
lugar que fizeste para Tu habitares, SENHOR,
santuário que as tuas mãos, Senhor, estabeleceram.
18O SENHOR reinará eternamente e para sempre.»

19De facto, os cavalos do faraó, com os seus carros de guerra e os seus cavaleiros, entraram no mar, e o SENHOR fez voltar sobre eles as águas do mar, mas os filhos de Israel caminharam em terra seca pelo meio do mar.

20Maria, a profetisa, irmã de Aarão, tomou nas mãos uma pandeireta, e todas as mulheres saíram atrás dela com pandeiretas, a dançar. 21E Maria entoou para eles: «Cantai ao SENHOR, que é verdadeiramente grande: lançou no mar cavalo e cavaleiro.»


II. CAMINHADA PELO DESERTO (15,22-18,27)


As águas de Mara (Nm 33,8-9) – 22Moisés fez partir Israel do Mar dos Juncos, e saíram para o deserto de Chur. Caminharam três dias no deserto e não encontraram água. 23Chegaram a Mara, mas não puderam beber a água de Mara, porque era amarga. Por isso se chamou àquele lugar Mara.

24O povo murmurou contra Moisés, dizendo: «Que beberemos?» 25E ele clamou ao SENHOR, e o SENHOR indicou-lhe um tronco que ele lançou à água; e a água tornou-se doce. Foi lá que o Senhor deu ao povo um preceito e uma norma; foi lá que o pôs à prova.

26E disse: «Se escutares com atenção a voz do SENHOR, teu Deus, e se fizeres o que é recto aos seus olhos, se deres ouvidos aos seus mandamentos e se guardares todos os seus preceitos, não farei vir sobre ti nenhum dos flagelos que infligi ao Egipto, porque Eu sou o SENHOR que te cura.»

27Chegaram a Elim, onde estão doze nascentes de água e setenta palmeiras, e acamparam ali à beira da água.



Capítulos

Ex 1 Ex 2 Ex 3 Ex 4 Ex 5 Ex 6 Ex 7 Ex 8 Ex 9 Ex 10 Ex 11 Ex 12 Ex 13 Ex 14 Ex 15 Ex 16 Ex 17 Ex 18 Ex 19 Ex 20 Ex 21 Ex 22 Ex 23 Ex 24 Ex 25 Ex 26 Ex 27 Ex 28 Ex 29 Ex 30 Ex 31 Ex 32 Ex 33 Ex 34 Ex 35 Ex 36 Ex 37 Ex 38 Ex 39 Ex 40