Dt 33

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Benção das tribos (Gn 27,1-29; 49,1-27) – 1Esta foi a bênção com que Moisés, homem de Deus, abençoou os filhos de Israel, antes de morrer. 2Ele disse:

«O SENHOR veio do Sinai,
amanheceu para eles no horizonte de Seir!
Resplandeceu do monte Paran,
chegou de Meribá de Cadés,
com a sua direita deu-lhes uma lei ardente.
3Ele ama as suas tribos;
todos os seus santos estão na sua mão;
eles deitam-se a seus pés,
levantam-se à sua palavra.
4Moisés deu-nos a Lei,
património da assembleia de Jacob.
5E houve um rei em Jechurun,
quando se reuniram os chefes do povo
e se juntaram todas as tribos de Israel.
6Viva Rúben e não morra.
Que os seus homens sejam incontáveis!»
7E a Judá disse:
«Escuta, SENHOR, a voz de Judá;
faz que volte para o seu povo;
seja forte a sua mão,
se Tu o proteges contra os inimigos.»
8A Levi disse:
«Os teus dados sagrados são para o homem que te foi fiel,
que provaste em Massá,
com quem discutiste junto às águas de Meribá;
9que diz de seu pai e de sua mãe: ‘Não os vi, nem os conheço’;
que não distingue seus irmãos
nem reconhece os seus filhos.
Eles respeitam a tua palavra
e guardam a tua Aliança.
10Ensinam os teus preceitos a Jacob e a tua Lei a Israel;
apresentam-te os odores do incenso e holocaustos no teu altar.
11Abençoa, SENHOR, a sua força,
e aceita a obra das suas mãos!
Fere os rins dos seus agressores
e que seus inimigos não possam levantar-se.»
12A Benjamim disse:
«O preferido do SENHOR habitará em segurança junto dele;
conceder-lhe-á abrigo permanente
e descansará entre os seus ombros.»
13A José disse:
«A sua terra tem as bênçãos do SENHOR,
com os dons do céu, o orvalho
e as águas que correm nas profundezas;
14os dons que o sol oferece e os frutos de cada mês;
15as primícias das antigas montanhas,
e os dons das colinas eternas;
16os dons da terra e a sua abundância,
a bondade daquele que apareceu na sarça
desça sobre a cabeça de José,
sobre a fronte do eleito entre seus irmãos!
17É belo como touro gordo!
Seus chifres são chifres de búfalo;
com eles derrubará os povos todos,
até aos confins da terra:
tais são as multidões de Efraim,
os milhares de Manassés!»
18A Zabulão disse:
«Alegra-te, Zabulão, nas tuas viagens,
e tu, Issacar, nas tuas tendas!
19Eles convidarão os povos para a montanha;
ali oferecerão sacrifícios de justiça;
porque exploram as riquezas dos mares
e os tesouros escondidos nas praias.»
20A Gad disse:
«Bendito aquele que engrandece Gad!
Ele deita-se como um leopardo,
destroça braços e cabeças.
21Escolhe para si as primícias,
a parte reservada ao chefe.
Avança à frente do povo,
pratica a justiça do SENHOR
e os seus preceitos para com Israel!»
22A Dan disse:
«Dan é um leãozinho que salta de Basan.»
23A Neftali disse:
«Ó Neftali, saciado de favores,
cumulado de bênçãos do SENHOR,
o mar e sua região serão tua posse!»
24A Aser disse:
«Aser seja o mais abençoado dos filhos,
preferido entre seus irmãos
e banhe em azeite o seu pé.
25Teus ferrolhos serão de ferro e bronze,
e a tua tranquilidade durará tanto como os teus dias.
26Ninguém é como Deus, ó Jechurun;
Ele cavalga nos céus em tua ajuda
e está sobre a altura das nuvens!
27O Deus de outrora te dá refúgio
sob os seus braços, desde sempre.
Ele expulsa o inimigo da tua frente e diz: – Destrói!
28Israel habita em segurança;
solitária corre a fonte de Jacob
para uma terra de trigo e vinho,
sob céus que destilam orvalho.
29Feliz de ti, Israel! Quem como tu,
povo protegido pelo SENHOR?
Ele é o Escudo do teu socorro,
espada do teu triunfo?
Teus inimigos te adularão,
mas tu lhes calcarás o dorso!»



Capítulos

Dt 1 Dt 2 Dt 3 Dt 4 Dt 5 Dt 6 Dt 7 Dt 8 Dt 9 Dt 10 Dt 11 Dt 12 Dt 13 Dt 14 Dt 15 Dt 16 Dt 17 Dt 18 Dt 19 Dt 20 Dt 21 Dt 22 Dt 23 Dt 24 Dt 25 Dt 26 Dt 27 Dt 28 Dt 29 Dt 30 Dt 31 Dt 32 Dt 33 Dt 34