Carta aos Efésios

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

O tom geral desta Carta não está de acordo com a autoria de Paulo: é muito impessoal, faltando o estilo e a linguagem próprios do Apóstolo. Mais que uma Carta, parece tratar-se de uma espécie de homilia que utiliza o modelo epistolar. As únicas referências indirectas a Paulo (3,13; 5,18-22) não chegam para lhe atribuirmos este escrito. Deve, pois, tratar-se de um documento pertencente a um autor dos círculos paulinos, que se dirige aos pagãos convertidos ao cristianismo, fazendo-o em nome de Paulo (1,1-2).


DESTINATÁRIO

Não está claro se foi escrita aos cristãos de Éfeso grande cidade da Ásia Menor evangelizada por Paulo, na sua terceira viagem missionária (Act 19) ou aos de Laodiceia (Cl 4,16).

O tom impessoal da Carta, a ausência de companheiros do Apóstolo (não se refere nenhum) leva os estudiosos a inclinarem-se pela hipótese de uma Carta-circular dirigida às igrejas paulinas da Ásia Menor. Além disso, o nome do destinatário (a cidade de Éfeso) falta nos códices mais importantes.


DIVISÃO E CONTEÚDO

A Carta aos Efésios está organizada em duas partes:

Apresentação: 1,1-2.
I. A Igreja e o Evangelho (1,3-3,21):
A graça de Deus: 1,3-14;
Cristo, Senhor do mundo e da Igreja: 1,15-23;
A obra de Cristo: 2,1-22;
Lugar de Paulo no plano de Deus: 3,1-21.
II. Exortação aos baptizados (4,1-6,20):
Viver na unidade: 4,1-16;
Instruções várias: 4,17-5,20;
Cristo e a Igreja. Consequências: 5,21-6,9;
Combater inimigos espirituais: 6,10-20.
Saudação final: 6,21-24.


TEOLOGIA

Por esta época, nas cristandades asiáticas começavam a propagar-se doutrinas judaico-gnósticas sobre as forças espirituais, os anjos, colocando-os acima de Cristo. Com isso, procurava-se exaltar a Lei de Moisés, pois, segundo as tradições rabínicas, ela fora promulgada por anjos. Se os anjos, que a promulgaram, eram superiores a Cristo, também a Lei o seria, em relação ao Evangelho. Contra esta visão das coisas, Paulo expõe o “Mistério de Cristo” na sua grandeza cósmica, enraizado no “Mistério da Igreja”.

É na Igreja que Deus revela hoje o seu plano salvador realizado em Cristo e por Cristo. A Igreja de Cristo é universal, nova Criação e Corpo em crescimento. É nela que judeus e pagãos se encontram na unidade. A Igreja é ainda o novo povo de Deus, a esposa de Cristo (5,21-32), por quem Ele deu a vida.



Capítulos

Ef 1 Ef 2 Ef 3 Ef 4 Ef 5 Ef 6