2 Sm 7

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Promessas de Deus a David (1 Rs 8,15-21; 1 Cr 17,1-15; Lc 1,32-33; Act 2,30-31; 7,45-49) – 1Quando o rei se instalou em sua casa, e o Senhor lhe deu paz, livrando-o dos seus inimi­gos, 2disse David ao profeta Natan: «Não vês que eu moro num palácio de ce­dro, enquanto a Arca de Deus está abrigada numa tenda?» 3Natan res­pondeu-lhe: «Pois bem, faz o que te dita o coração, porque o Senhor está contigo!»

4Mas, naquela mesma noite, o Se­­nhor falou a Natan, dizendo-lhe: 5«Vai dizer ao meu servo David: Diz o Senhor: “És tu que me vais cons­truir uma casa para Eu habi­tar? 6Desde que fiz subir da terra do Egipto os filhos de Israel até ao dia de hoje, não habitei em casa alguma; mas pere­grinava alojado numa tenda que me servia de morada. 7E, duran­te todo o tempo em que andei no meio dos israelitas, disse, porven­tura, a al­gum dos chefes de Israel que encar­reguei de apascentar o meu povo: ‘Por­que não me edificais uma casa de cedro?’ 8Dirás, pois, agora, ao meu servo David: Diz o Senhor do uni­verso: Eu tirei-te das pastagens onde apascentavas as tuas ovelhas, para fazer de ti o chefe de Israel, meu povo. 9Estive contigo em toda a parte por onde andaste; exterminei diante de ti todos os teus inimigos e fiz o teu nome tão célebre como o nome dos grandes da terra. 10Fixarei um lugar para Israel, meu povo; nele o insta­larei, e ali habi­ta­rá, sem jamais ser inquietado; e os filhos da iniquidade não mais o opri­mirão, como outrora, 11no tem­po em que Eu estabelecia juízes sobre o meu povo, Israel. A ti concedo uma vida tranquila, livrando-te de todos os teus inimigos.

Além disso, o Senhor faz hoje sa­ber que será Ele próprio quem edi­ficará uma casa para ti. 12Quando chegar o fim dos teus dias e repou­sares com teus pais, manterei de­pois de ti a des­cen­dência que nascerá de ti e consoli­darei o seu reino. 13Ele construirá um templo ao meu nome, e Eu fir­ma­­rei para sempre o seu trono régio. 14Eu serei para ele um pai e ele será para mim um filho. Se ele cometer alguma falta, hei-de cor­rigi-lo com varas e com açoites, como fazem os homens, 15mas não lhe tira­rei a mi­nha gra­ça, como fiz a Saul, a quem afastei diante de ti. 16A tua casa e o teu reino permanecerão para sem­pre diante de mim, e o teu trono es­tará firme para sempre”.»

17Foi segundo estas palavras e esta visão que Natan falou a David. 18En­tão, David foi apresentar-se diante do Senhor e disse-lhe:

«Quem sou eu, Senhor Deus,

e quem é a minha família,

para que me tenhas conduzido até aqui?

19E, como se isto fosse pouco para ti, Senhor Deus,

fizeste também promessas à fa­mí­lia do teu servo para os tempos futuros!

Porque esta é a lei do homem, ó Senhor Deus!

20Que mais poderá David acres­cen­­­tar agora?

Tu conheces o teu servo, Senhor Deus!

21Conforme a tua palavra e se­gundo o teu coração,

fizeste todas essas grandes coi­sas

para as manifestar ao teu servo.

22Por isso, és grande, ó Senhor Deus.

Não há ninguém semelhante a ti

e não há outro Deus além de ti,

segundo o que ouvimos dizer.

23E que nação há na terra, se­me­lhante ao povo de Israel,

a quem o seu Deus veio resgatar

para que se tornasse o seu povo,

engrandecendo o seu nome,

operando em seu favor grandes e terríveis prodígios,

e expulsando diante do seu povo,

resgatado do Egipto, as nações e os seus deuses?

24Estabeleceste solidamente o teu povo, Israel,

para ser eternamente o teu povo,

e Tu, Senhor, seres o seu Deus.

25Agora, pois, Senhor Deus,

cumpre para sempre a promessa que fizeste

ao teu servo e à sua casa e faz como disseste.

26O teu nome será exaltado para sempre

e dir-se-á: ‘O Senhor do universo é o Deus de Israel.’

E permanecerá estável diante de ti

a casa do teu servo David.

27Porque Tu próprio, ó Senhor do universo,

Deus de Israel, fizeste ao teu servo esta revelação:

‘Eu te construirei uma casa.’

Por isso, o teu servo se animou a dirigir-te esta prece.

28Agora, ó Senhor Deus, só Tu és Deus,

e as tuas palavras são a própria verdade.

Já que prometeste ao teu servo estes bens,

29abençoa, desde agora, a sua casa,

para que ela subsista para sem­pre diante de ti:

porque Tu, Senhor Deus, falaste

e, graças à tua bênção,

a casa do teu servo será aben­çoada eternamente.»



Capítulos

2 Sm 1 2 Sm 2 2 Sm 3 2 Sm 4 2 Sm 5 2 Sm 6 2 Sm 7 2 Sm 8 2 Sm 9 2 Sm 10 2 Sm 11 2 Sm 12 2 Sm 13 2 Sm 14 2 Sm 15 2 Sm 16 2 Sm 17 2 Sm 18 2 Sm 19 2 Sm 20 2 Sm 21 2 Sm 22 2 Sm 23 2 Sm 24