2 Rs 20

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Doença e cura de Eze­quias (2 Cr 32,24-29; Is 38,1-22) – 1Naquele tempo, Eze­­quias adoeceu com uma enfer­mi­dade mortal, e o profeta Isaías, filho de Amós, veio ter com ele e disse-lhe: «Isto diz o Senhor: Põe em ordem a tua casa, porque vais morrer, não vi­verás.» 2Então Eze­quias voltou o rosto para a parede e orou ao Se­nhor, di­zendo: 3«Senhor, lembra-te que andei fielmente dian­te de ti, e com simpli­cidade de cora­ção fiz o que é recto aos teus olhos.» E Eze­quias chorava, der­­ramando co­piosas lágri­mas.

4Isaías não tinha ainda saído do átrio central, e a palavra do Senhor foi-lhe dirigida, nestes termos: 5«Vol­­ta e diz a Ezequias, chefe do meu povo: Isto diz o Senhor, Deus de David, teu pai: ‘Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas. Por isso vou curar-te. Dentro de três dias, subi­rás ao tem­plo do Senhor. 6Vou acres­centar quinze anos aos dias da tua vida; além disso, salvar-te-ei a ti e a esta cidade das mãos do rei da Assí­ria, e protegerei esta cidade por amor de mim e de David, meu servo.’»

7E Isaías disse: «Trazei uma pasta de figos.» Trou­xe­ram-lha, ele apli­cou-a sobre a úl­cera e o rei recobrou vida. 8Ezequias dissera a Isaías: «Qual será o sinal de que o Senhor me curará e de que poderei subir ao templo, den­tro de três dias?» 9Isaías respondeu-lhe: «Eis o sinal que o Senhor te dará, para saberes que se cumprirá a sua pro­messa: ou a sombra adianta dez graus ou recua dez graus.» 10Repli­cou Eze­quias: «É fácil que a sombra se adiante dez graus. Mas não! Eu quero que ela recue dez graus.» 11Então o profeta Isaías invocou o Senhor, que fez a sombra recuar dez graus no relógio solar de Acaz.


Embaixada de Merodac-Baladan (Is 39,1-8) – 12Naquele tempo, o rei da Babilónia, Merodac-Baladan, ao ouvir dizer que Ezequias estava doente, enviou-lhe uma carta com pre­sen­tes.

13Ao saber disso, Eze­quias mos­trou aos emissários o palácio onde se en­contravam os seus tesou­ros, a prata, o ouro, os aromas, o óleo refi­nado, a sua baixela e tudo o que de precioso havia no seu tesou­ro. Nada houve, no seu palácio e em todos os seus domínios, que Eze­quias não lhes mos­trasse.

14O profeta Isaías foi ter com o rei e perguntou-lhe: «Que te disse aque­­la gente? Donde vieram esses ho­mens para te visitar?» Ezequias res­pondeu-lhe: «Vieram dum país lon­­gínquo, da Babilónia.» 15Isaías disse-lhe: «Que viram eles no teu palácio?» «Viram tudo o que nele existe –respondeu Ezequias; nada houve no meu palá­cio que não lhes mostrasse.» 16Então Isaías disse ao rei: «Ouve a palavra do Senhor: 17 ‘Dias virão em que tudo o que se encontra no teu palá­cio e tudo o que juntaram teus pais, até ao dia de hoje, será levado para a Babilónia. Nada ficará, diz o Se­nhor. 18E os filhos que de ti sairão, gerados por ti, serão levados como eunucos para o palácio do rei da Babilónia.’» 19Ezequias respondeu: «O Senhor tem razão! É justo tudo o que me acabas de anunciar.» E acrescentou: «Ao menos, enquanto eu viver, ha­ve­rá paz e segurança.»


Fim do reinado de Ezequias (2 Cr 32,30-33) – 20O resto da história de Eze­quias, e todos os feitos que rea­lizou, a construção do reserva­tó­rio e do aqueduto, com o qual levou água a toda a cidade, tudo isso está es­crito no Livro dos Anais dos Reis de Judá.

21Ezequias adormeceu, jun­tando-se aos seus pais, e seu filho Manas­sés sucedeu-lhe no trono.



Capítulos

2 Rs 1 2 Rs 2 2 Rs 3 2 Rs 4 2 Rs 5 2 Rs 6 2 Rs 7 2 Rs 8 2 Rs 9 2 Rs 10 2 Rs 11 2 Rs 12 2 Rs 13 2 Rs 14 2 Rs 15 2 Rs 16 2 Rs 17 2 Rs 18 2 Rs 19 2 Rs 20 2 Rs 21 2 Rs 22 2 Rs 23 2 Rs 24 2 Rs 25