2 Rs 16

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Acaz, rei de Judá (734-727) (2 Cr 28,1-27; Is 7) – 1No décimo sétimo ano do reinado de Pecá, filho de Re­malias, começou a reinar Acaz, filho de Jotam, rei de Judá. 2Tinha vinte anos quando come­çou a reinar, e rei­nou dezasseis anos em Jerusalém. Não fez o que era recto aos olhos do Senhor, seu Deus, como David, seu pai; antes seguiu os passos dos reis de Israel. 3Chegou até a passar pelo fogo o seu próprio filho, como faziam os reis de Israel, segundo o abomi­ná­vel cos­tume dos povos que o Se­nhor tinha expulsado diante dos filhos de Israel. 4Oferecia também sacrifícios e incenso nos lugares altos, nas coli­nas e debaixo de qualquer árvore frondosa. 5Então, Recin, rei da Sí­ria, e Pecá, filho de Remalias, rei de Israel, subiram para atacar Jerusa­lém; montaram um cerco contra Acaz, mas não o venceram. 6Por aquele tempo, Recin, rei da Síria, restituiu Elat aos edomitas, depois de ter ex­pulsado dela os filhos de Judá. Os edomitas regressaram a Elat, onde permaneceram até ao dia de hoje.

7Acaz enviou mensageiros a Ti­glat-Falasar, rei da Assíria, a dizer-lhe: «Eu sou o teu servo e o teu filho. Vem e salva-me das mãos do rei da Síria e do rei de Israel, que se le­van­taram contra mim.» 8Acaz to­mou a prata e o ouro que se encon­travam no templo do Senhor e nos tesouros do palácio real e enviou-os como pre­sente ao rei da Assíria. 9Este cedeu ao seu desejo: ata­cou Da­masco e apo­derou-se dela. De­por­tou a sua po­pu­lação para Quir e matou Recin.

10Então o rei Acaz foi a Da­masco para receber Tiglat-Falasar, rei da Assíria. Vendo o altar que se encon­trava em Damasco, o rei Acaz en­viou ao sacerdote Urias um modelo exacto, com a planta em todos os por­menores. 11Urias construiu um altar conforme o modelo que o rei Acaz lhe enviara de Damasco, e já o tinha terminado antes que Acaz regres­sasse. 12Quando Acaz chegou de Da­masco, viu o altar, aproximou-se dele e subiu os degraus. 13Quei­mou o holo­causto e a sua oblação, fez as suas libações e derramou o sangue dos sacrifícios de comunhão. 14Tirou o altar de bronze, que es­tava diante do Senhor, entre o altar novo e o templo, e colocou-o junto ao novo altar, do lado norte. 15Depois, o rei Acaz ordenou ao sacerdote Urias: «Queimarás no altar grande o holo­causto da manhã e a oblação da tar­de, o holocausto do rei e a sua obla­ção, o holocausto do povo e a sua oblação e derramarás sobre ele todo o san­gue dos holocaustos e dos sacri­fícios. Quanto ao altar de bronze, deixa-o aos meus cuidados.» 16O sacerdote Urias fez tudo como lhe or­denara o rei Acaz. 17O rei Acaz tirou também os pedestais e as ba­cias neles meti­das; desceu o mar de bronze de cima dos bois de bronze que o supor­ta­vam, e colocou-o sobre um suporte de pe­dra. 18Tirou, igual­mente, do templo do Senhor, para agradar ao rei da Assíria, o pórtico do sábado, que fora ali construído, e mudou a entrada exterior reservada ao rei.

19O resto da história de Acaz e os seus feitos, tudo está escrito no Li­vro dos Anais dos Reis de Judá. 20Acaz adormeceu juntando-se aos seus pais e foi sepul­tado com eles na cidade de David. O seu filho Eze­quias sucedeu-lhe no trono.



Capítulos

2 Rs 1 2 Rs 2 2 Rs 3 2 Rs 4 2 Rs 5 2 Rs 6 2 Rs 7 2 Rs 8 2 Rs 9 2 Rs 10 2 Rs 11 2 Rs 12 2 Rs 13 2 Rs 14 2 Rs 15 2 Rs 16 2 Rs 17 2 Rs 18 2 Rs 19 2 Rs 20 2 Rs 21 2 Rs 22 2 Rs 23 2 Rs 24 2 Rs 25