1 Sm 9

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Saul encontra Samuel1Ha­via um homem da tribo de Ben­jamim chamado Quis, filho de Abiel, filho de Seror, filho de Be­corat, filho de Afia, filho de um benjaminita, que era um guerreiro forte e va­lente. 2Ti­nha um filho chamado Saul, man­cebo de bela presença. Não havia em Is­rael outro mais belo do que ele; so­bres­saía entre todos dos ombros para cima. 3Tendo-se perdido as jumen­tas de Quis, pai de Saul, disse ele ao filho: «Toma um criado contigo e vai procurar as ju­mentas.»

4Atravessa­ram a monta­nha de Efraim e entra­ram na terra de Sa­lisa, sem nada en­contrar; percorre­ram a terra de Chaalim, mas em vão; na terra de Benjamim, tão-pouco as encontra­ram. 5Tendo che­gado à terra de Suf, Saul disse ao criado: «Vem, regres­se­­mos. Meu pai pode não pen­sar mais nas jumentas e estar em cui­dados por nossa causa.» 6Res­pon­deu-lhe o criado: «Nesta cidade há um ho­mem de Deus, homem de res­peito: tudo o que ele prediz se cum­pre. Va­mos lá, pois talvez ele nos diga o cami­nho que devemos seguir.» 7Saul res­pondeu: «Está bem, vamos; mas que presente levaremos ao homem de Deus? Os nossos alforges estão va­­zios e não temos dinheiro para lhe dar. Que nos resta?» 8Respondeu no­va­­­mente o criado: «Tenho aqui um quarto de siclo de prata; dá-lo-ei ao homem de Deus para que nos mos­tre o caminho.»

9Antigamente, em Israel, todo aque­­le que ia consultar a Deus, cos­tu­mava dizer assim: «Vinde, vamos ao vidente.» Chamava-se, então, «vi­dente» ao que hoje se chama «pro­feta.» 10Saul disse ao criado: «Tens razão. Vamos até lá.» E foram à ci­dade onde estava o homem de Deus. 11Subindo a encosta da cidade, en­con­­traram umas donzelas que iam bus­car água. Perguntaram-lhes: «Há aqui um vidente?» 12Responderam elas: «Sim, há. Sempre em frente! Apressa-te, pois veio hoje à cidade por ser dia em que o povo vai oferecer um sacrifício no lugar alto. 13Ao entrar na cidade logo o encontra­reis, antes que ele suba ao lugar alto para o banquete. O povo não comerá antes que ele chegue, pois ele deverá aben­çoar o sacrifício; só depois comerão os convidados. Subi depressa e logo o encontra­reis.»

14Eles dirigiram-se à cidade. E eis que ao entrarem, Sa­muel vinha ao seu encontro, pois ia su­bir ao lugar alto. 15Ora no dia ante­rior à chegada de Saul, o Se­nhor tinha feito esta revelação a Sa­muel: 16«Amanhã, a esta mesma hora, enviar-te-ei um homem da terra de Benjamim, e tu o ungirás como chefe do meu povo de Israel. Ele sal­vará o povo das mãos dos filisteus. Porque voltei os meus olhos para o meu povo e o seu clamor chegou até mim.»

17Quando Samuel viu Saul, o Se­nhor disse-lhe: «Este é o homem de quem te falei. Ele reinará sobre o meu povo.» 18Saul aproximou-se de Sa­muel à porta da cidade e disse-lhe: «Rogo-te que me informes onde está a casa do vidente.» 19Respon­deu Sa­muel: «Sou eu mesmo o vidente; sobe na minha frente ao lugar alto, por­que hoje comerás comigo, e ama­nhã te deixarei partir, depois de respon­der às tuas preocupações. 20Quanto às jumentas perdidas há dois ou três dias, não te inquietes, pois já apare­ceram. E de quem será tudo quanto há de melhor em Israel? Não será porventura teu e de toda a casa de teu pai?» 21Saul replicou: «Não sou eu um filho de Benjamim, da tribo mais pequena de Israel, e não é a minha família a menor de todas as famílias de Ben­jamim? Porque me falas, pois, assim?» 22Samuel, to­mando Saul e o seu criado, levou-os para a sala do banquete e deu-lhes o primeiro lugar entre os convidados, que eram aproximadamente trinta pessoas. 23E Samuel disse ao cozi­nheiro: «Serve a porção que te dei e te mandei guardar à parte.» 24To­mou, pois, o cozinheiro a perna com tudo o que nela havia e serviu-a a Saul. Sa­muel disse: «Eis diante de ti a por­ção que te ficou reservada. Come-a; reservei-a para este mo­men­to, quan­do convidei o povo.» Saul e Samuel comeram juntos naquele dia. 25Ten­do descido do lugar alto para a ci­dade, tiveram os dois uma con­versa no terraço. 26Ao romper da aurora levantaram-se e Samuel chamou Saul ao terraço; e disse-lhe: «Levanta-te e deixar-te-ei partir.» Saul levantou-se e saíram ele e Samuel para fora da cidade. 27Ao descerem para a parte mais baixa da cidade, Samuel disse a Saul: «Diz ao criado que vá adiante de nós.» Ele passou. «Mas tu, detém-te aqui, pois quero comu­nicar-te hoje o que disse o Senhor.»



Capítulos

1 Sm 1 1 Sm 2 1 Sm 3 1 Sm 4 1 Sm 5 1 Sm 6 1 Sm 7 1 Sm 8 1 Sm 9 1 Sm 10 1 Sm 11 1 Sm 12 1 Sm 13 1 Sm 14 1 Sm 15 1 Sm 16 1 Sm 17 1 Sm 18 1 Sm 19 1 Sm 20 1 Sm 21 1 Sm 22 1 Sm 23 1 Sm 24 1 Sm 25 1 Sm 26 1 Sm 27 1 Sm 28 1 Sm 29 1 Sm 30 1 Sm 31