1 Sm 19

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Intervenção de Jónatas a fa­vor de David (18,1-4) – 1Saul falou ao seu filho Jónatas e a todos os seus servos da sua intenção de matar David. Mas Jónatas, filho de Saul, amava cordialmente David 2e preveniu-o, dizendo: «Saul, meu pai, quer matar-te. Procura fugir ama­nhã de manhã; foge para um lugar oculto e esconde-te. 3Sairei em com­pa­nhia de meu pai, até ao lugar onde tu te encontrares; falarei com ele a teu respeito, para ver o que ele pensa, e depois avisar-te-ei.»

4Jónatas falou bem de David a seu pai e acrescen­tou: «Não faças mal al­gum ao teu servo David, pois ele nunca te fez mal; pelo contrário, pres­tou-te grandes servi­ços. 5Arris­­cou a vida, matando o filisteu, e o Senhor deu, assim, uma grande vitória a Is­rael. Foste testemunha e alegraste-te. Por­que queres pecar con­­­tra o san­gue ino­cente, matando David sem mo­tivo?»

6Saul ouviu as palavras de Jóna­tas e fez este jura­mento: «Pela vida do Senhor, David não morrerá!» 7En­tão, Jónatas cha­mou David, contou-lhe tudo isto e apresentou-o nova­mente a Saul. Da­­vid voltou a estar ao seu serviço como antes.


David foge de Saul8Tendo reco­meçado a guerra, David marchou contra os filisteus, combatendo-os e infligindo-lhes pesada derrota. E eles fugiram diante dele. 9Um espírito maligno, por permissão do Senhor, veio novamente sobre Saul. Estava ele sentado em sua casa com a lança na mão e David tocava har­pa. 10Saul intentou cravar David à parede com a lança, mas David des­viou-se e a lança foi cravar-se na pa­rede. David escapou e fugiu naquela mesma noite.

11Saul mandou os seus guardas a casa de David, a fim de o prenderem e as­sassinarem no outro dia pela ma­nhã. Mas Mical, mulher de David, disse-lhe: «Se não fugires esta mesma noite, amanhã serás um homem mor­to.» 12Mical desceu-o pela janela e ele fugiu são e salvo. 13Mical tomou os ídolos fa­mi­liares, meteu-os na cama, colocou-lhes ao redor da cabeça uma pele de cabra e cobriu-os com um manto. 14Saul enviou emissários a prender David, e ela disse-lhes: «Ele está doente.» 15Saul mandou novos emissários com esta ordem: «Trazei-mo na cama e eu mesmo o matarei.» 16Tendo chegado os emissários de Saul, só encontraram na cama os ídolos com uma cobertura de pele de cabra à cabeceira. 17Saul disse a Mi­­cal: «Porque me enganaste assim, deixando fugir o meu inimigo, que se pôs a salvo?» Mical respondeu: «Por­que ele me disse: ‘Deixa-me par­­tir, senão mato-te!’» 18David fugiu, pondo-se a salvo, e foi ocultar-se jun­to de Samuel em Ramá, contando-lhe tudo o que Saul lhe fizera. E ele e Samuel foram viver para Naiot. 19Disseram a Saul: «David está em Naiot, perto de Ramá.»


Saul entre os profetas20Saul mandou homens para prender Da­vid mas, quando viram o grupo dos profetas em êxtase com Samuel à frente, o espírito de Deus veio sobre os enviados de Saul e começaram, também eles, a profetizar. 21Conta­ram isto a Saul, que enviou outros mensageiros, mas também estes se puseram a profetizar. Saul mandou um terceiro grupo, aos quais suce­deu o mesmo.

22Então, foi ele pró­prio a Ramá. Che­gando à grande cisterna que está em Socó, perguntou: «Onde estão Sa­muel e David?» Responde­ram-lhe: «Es­­tão em Naiot, perto de Ramá.» 23Mas, no caminho para Naiot, apoderou-se também dele o espírito de Deus, e foi cantando e pro­fe­ti­zando pelo cami­nho, até chegar a Naiot. 24Despiu tam­bém as suas ves­tes e pôs-se a can­tar com os outros diante de Sa­muel, ficando assim des­pido e prostrado por terra, durante todo o dia e toda a noite. Daí o di­tado: «Também Saul está entre os profetas?»



Capítulos

1 Sm 1 1 Sm 2 1 Sm 3 1 Sm 4 1 Sm 5 1 Sm 6 1 Sm 7 1 Sm 8 1 Sm 9 1 Sm 10 1 Sm 11 1 Sm 12 1 Sm 13 1 Sm 14 1 Sm 15 1 Sm 16 1 Sm 17 1 Sm 18 1 Sm 19 1 Sm 20 1 Sm 21 1 Sm 22 1 Sm 23 1 Sm 24 1 Sm 25 1 Sm 26 1 Sm 27 1 Sm 28 1 Sm 29 1 Sm 30 1 Sm 31