1 Sm 16

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa
III. Subida de David ao trono (1 Sm 16,1-2 Sm 5,25)


Unção de David (2 Sm 2,1-7) – 1O Senhor disse a Samuel: «Até quando chorarás Saul, tendo-o Eu rejeitado para que não reine em Israel? Enche o teu chifre de óleo e vai. Quero enviar-te a Jessé de Be­lém, pois escolhi um rei entre os seus fi­lhos.» Samuel respondeu: «Como hei-de ir? Se Saul souber, irá tirar-me a vida.» 2O Senhor disse: «Levarás contigo um novilho e dirás que vais oferecer um sacrifício ao Senhor. 3Convi­da­rás Jessé para o sacrifício e Eu te reve­la­rei o que deverás fa­zer. Darás por mim a un­ção àquele que Eu te indi­car.» 4Fez Samuel como o Senhor ordenara.

Ao chegar a Belém, os anciãos da cidade saíram-lhe ao encontro, in­quie­­­tos, e disseram: «É de paz a tua vinda?» 5Ele respondeu: «Sim. Venho oferecer um sacrifício ao Senhor; purificai-vos e acompanhai-me para o sacrifício.» Ele mesmo purificou Jessé e os filhos e convidou-os para o sacrifício. 6Logo que entraram, Samuel viu Eliab e pensou consigo: «Certamente é este o ungido do Se­nhor.» 7Mas o Senhor disse a Sa­muel: «Que te não impressione o seu belo aspecto, nem a sua alta esta­tura, pois Eu rejeitei-o. O que o homem vê não importa; o homem vê as apa­rên­cias, mas o Senhor olha o cora­ção.» 8Jessé chamou Abinadab e apresen­tou-o a Samuel, que disse: «Não é este o que o Senhor esco­lheu.» 9Jessé trouxe-lhe, também, Cha­má. E Sa­muel disse: «Ainda não é este o que o Senhor escolheu.»

10Jessé apre­sentou-lhe, assim, os seus sete filhos, mas Samuel disse: «O Senhor não escolheu nenhum deles.» 11E acres­centou: «Estão aqui todos os teus fi­lhos?» Jessé respondeu: «Resta ainda o mais novo, que anda a apas­centar as ovelhas.» Sa­muel ordenou a Jessé: «Manda bus­cá-lo, pois não nos sen­taremos à mesa antes de ele ter che­gado.» 12Jessé mandou então buscá-lo. David era louro, de belos olhos e de aparência formosa. O Se­nhor disse: «Ei-lo, unge-o: é esse.» 13Sa­muel to­mou o chifre de óleo e ungiu-o na pre­sença dos seus irmãos. E, a par­tir daquele dia, o espírito do Senhor apoderou-se de David. E Sa­muel vol­tou para Ramá.


David ao serviço de Saul (18,6-16; 19,8-19) – 14O espírito do Senhor retirou-se de Saul, que era atormen­tado por um espírito maligno enviado pelo Senhor. 15Os criados de Saul disseram-lhe: «Eis que um espírito mau te atormenta. 16Se tu, nosso amo, deres ordens, os teus servos, aqui presentes, procurarão um ho­mem que saiba tocar harpa, para que, quando o mau espírito dominar sobre ti, ele a toque, a fim de te acal­mar.» 17Respondeu Saul: «Está bem, procurai-me um bom músico e trazei-mo.» 18Um dos servos disse-lhe: «Co­nheço um filho de Jessé de Belém que sabe tocar muito bem harpa; é valente e corajoso, fala bem, tem belo rosto e o Senhor está com ele.»

19Saul mandou mensageiros a Jessé, dizendo: «Manda-me o teu fi­lho Da­vid, o pastor.» 20Jessé tomou um ju­mento carregado com pão, um odre de vi­nho e um cabrito e enviou esses presentes a Saul, por meio de seu filho. 21David chegou à casa do rei e fez a sua apresentação. Saul afei­çoou-se a ele e fê-lo seu escudeiro. 22E mandou dizer a Jessé: «Rogo-te que dei­xes David comigo, pois ga­nhou a mi­nha estima.» 23E sempre que o mau espírito atormentava Saul, Da­vid tomava a harpa e tocava. Saul acalmava-se, sentia-se aliviado e o espí­rito mau deixava-o.



Capítulos

1 Sm 1 1 Sm 2 1 Sm 3 1 Sm 4 1 Sm 5 1 Sm 6 1 Sm 7 1 Sm 8 1 Sm 9 1 Sm 10 1 Sm 11 1 Sm 12 1 Sm 13 1 Sm 14 1 Sm 15 1 Sm 16 1 Sm 17 1 Sm 18 1 Sm 19 1 Sm 20 1 Sm 21 1 Sm 22 1 Sm 23 1 Sm 24 1 Sm 25 1 Sm 26 1 Sm 27 1 Sm 28 1 Sm 29 1 Sm 30 1 Sm 31