1 Sm 11

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa

Derrota dos amonitas e li­bertação de Jabés de Gui­lead (12,12) – 1Naás, o amonita, pôs-se em campanha e atacou Jabés, em Guilead. Todos os habitantes de Jabés lhe disseram: «Faz connosco uma aliança e seremos teus servos.» 2Naás, o amonita, respondeu-lhes: «Só farei aliança convosco com a con­di­ção de vos tirar a todos o olho direito. Infligirei esta vergonha a todo o Is­rael.» 3Disseram-lhe os anciãos de Jabés: «Concede-nos sete dias, a fim de enviarmos mensagei­ros por toda a terra de Israel; se não houver quem nos defenda, entregar-nos-emos a ti.»

4Chegaram, pois, mensageiros a Gui­beá, cidade de Saul, e contaram isto ao povo, que se pôs a chorar em alta voz. 5Saul voltava do campo, atrás dos bois, e perguntou: «Que tem o povo para chorar desta forma?» E contaram-lhe o que tinham dito os habitantes de Jabés. 6Quando Saul ouviu isto, o espírito do Senhor apoderou-se dele. E Saul ficou enfu­re­cido. 7To­mando uma junta de bois, fê-la em pedaços e mandou-os pelos mensa­geiros a todo o território de Israel, com este aviso: «Serão assim tratados os bois de todo aquele que não se puser em campanha, ao lado de Saul e Samuel.» O temor do Se­nhor apoderou-se do povo e este pôs-se em marcha como um só homem. 8Saul passou-lhes revista em Bezec, e havia trezentos mil homens de Is­rael, sendo trinta mil da tribo de Judá. 9E responderam aos mensa­gei­ros que tinham chegado: «Di­reis aos habi­tan­­tes de Jabés, em Guilead: amanhã, quando o Sol es­tiver na força do calor, sereis socor­ridos.» Partiram os men­sageiros e levaram esta notícia aos habitantes de Jabés, que se enche­ram de alegria. 10E disseram: «Amanhã sairemos até vós e fareis de nós o que vos aprouver.» 11No dia seguinte, Saul dividiu o seu exército em três corpos; penetraram ao raiar do dia no acampamento inimigo e feriram os amonitas até à hora da força do ca­lor. Os que escaparam dispersa­ram-se, de tal modo que não ficaram dois deles juntos. 12O povo disse, então, a Samuel: «Onde estão os que diziam: ‘Saul não reinará sobre nós?’ Dai-nos esses homens para os matar­mos.» 13Porém, Saul respondeu: «Nin­guém morrerá hoje, por­que é o dia em que o Senhor salvou Israel.»

14Sa­muel disse ao povo: «Va­mos a Guil­gal e renovaremos ali a rea­leza.» 15Par­tiu, pois, todo o povo para Guil­gal e ali proclamaram rei a Saul, na pre­sença do Senhor, e ofereceram na­quele lu­gar sacrifícios de comunhão. E Saul, com todo o povo de Israel, alegrou-se grandemente.



Capítulos

1 Sm 1 1 Sm 2 1 Sm 3 1 Sm 4 1 Sm 5 1 Sm 6 1 Sm 7 1 Sm 8 1 Sm 9 1 Sm 10 1 Sm 11 1 Sm 12 1 Sm 13 1 Sm 14 1 Sm 15 1 Sm 16 1 Sm 17 1 Sm 18 1 Sm 19 1 Sm 20 1 Sm 21 1 Sm 22 1 Sm 23 1 Sm 24 1 Sm 25 1 Sm 26 1 Sm 27 1 Sm 28 1 Sm 29 1 Sm 30 1 Sm 31