1 Cr 11

Da wiki Biblia Online
Ir para: navegação, pesquisa
II. HISTÓRIA DE DAVID (11,1-29,30)


Sagração de David em He­bron (2 Sm 5,1-5) – 1Reuniu-se todo o Israel ao redor de David, em Hebron, dizendo-lhe: «Somos teus ossos e tua carne. 2Já antes, quando Saul era rei, eras tu que conduzias os destinos de Israel. O Senhor, teu Deus, disse-te: ‘Tu apas­centarás Is­rael, meu povo, e serás o chefe de Israel.’»

3Todos os anciãos de Israel vie­ram, pois, ter com o rei em Hebron, e David concluiu um pacto com eles, diante do Senhor; ungiram-no rei de Israel, segundo a palavra do Se­nhor, pronunciada por Samuel.


David conquista Jerusalém (2 Sm 5,6-10) – 4David marchou com todo o Israel sobre Jerusalém, quer dizer Je­bús, onde estavam os jebu­seus, ha­bi­­tantes do país. 5Os jebu­seus dis­­seram a David: «Não entra­rás aqui.» Mas David apoderou-se da fortaleza de Sião, que é a cidade de David. 6David dissera: «O pri­meiro, seja quem for, que vencer os jebu­seus, tornar-se-á chefe e prín­cipe.»

O pri­meiro que subiu foi Joab, fi­lho de Seruia, e tornou-se chefe. 7Da­vid ins­talou-se na fortaleza que, por isso, foi chamada cidade de David. 8For­ti­ficou a cidade ao redor, desde Milo até aos arredores, e Joab res­tau­rou o resto da cidade. 9David tornou-se cada vez maior, e o Deus do uni­verso estava com ele.


Os heróis de David (2 Sm 23,8-39) – 10Eis os heróis principais que esta­vam ao serviço de David e o ajuda­ram, com todo o Israel, a assegurar o seu domínio, a fim de o proclamar rei de Israel, segundo a palavra do Senhor. 11Eis o número dos heróis que estavam ao serviço de David: Jachobam, chefe dos três, filho de Hacmoni, brandiu a sua lança con­tra trezentos homens e abateu-os de uma só vez. 12Depois deste, Eleázar, filho de Dodo, o aoíta, um dos três heróis. 13Estava com David, em Pas-Damim, onde os filisteus se reuni­ram para o com­bate. Havia ali um campo de cevada e, quando o povo fugia diante dos filisteus, 14ele e os seus colocaram-se no meio do campo, defenderam-no e destroçaram os filis­teus. E o Senhor operou uma grande vitória.

15Três dos trinta capitães desce­ram à rocha da caverna de Adulam, onde estava David; os filisteus acam­param no vale dos refaítas. 16Ora Da­vid estava na caverna, e os filisteus tinham uma guarnição em Belém. 17David exprimiu este desejo: «Quem me dará de beber da água da cis­terna que está às portas de Belém?»

18Os três homens atra­vessaram o acam­pamento dos filis­teus e tira­ram a água da cisterna que está à porta de Belém. Leva­ram-na a David, mas David não a quis beber e fez dela uma oferta ao Senhor, dizendo: 19«Deus me livre de fazer tal coisa! Beberia eu o san­gue desses homens? Pois trou­xe­ram-ma com risco das suas vidas.» E não a quis beber. Eis o que fize­ram es­ses três valentes.

20Abisai, irmão de Joab, era o che­fe dos trinta; brandiu a sua lança contra trezentos homens, matou-os, mas não teve o nome entre os três. 21Era duplamente considerado entre os trinta e foi seu chefe, mas não se igualou aos três primeiros.

22Benaías, filho de Joiadá, homem valente e rico em façanhas, natural de Cabe­ciel, derrotou os dois heróis de Moab e desceu a matar um leão dentro da cisterna, num dia de neve. 23Ven­ceu também um egípcio de cinco côva­dos de altura, que tinha na mão uma lança semelhante a um rolo de tear. Atirou-se a ele com o cajado, ar­­ran­cou-lhe a lança das mãos e matou-o com a sua própria lança. 24Tudo isto fez Benaías, filho de Joiadá, e cele­brizou-se entre os trinta valen­tes. 25Era dos mais con­siderados entre eles, mas não se igua­lou aos três. Da­vid colocou-o à frente da sua guarda.

26No exército, os mais valentes eram: Asael, irmão de Joab; El-Ha­nan, filho de Dodo, de Belém; 27Cha­mot de Harod; Heles de Pélet; 28Ira, filho de Iqués, de Técua; Abié­zer de Anatot; 29Sibecai o huchaíta; Ilai o aoíta; 30Maarai de Netofa; Hé­led, fi­lho de Baana, de Netofa; 31Itai, filho de Ribai de Guibeá, dos filhos de Ben­jamim; Benaías o piratonita; 32Hu­rai dos vales de Gaás; Abiel de Arabá; 33Azemávet de Baurim; Elia­ba o chaal­­bonita; 34Jassen o gunita; Jóna­tas, filho de Chagué, o hara­ri­ta; 35Aiam, filho de Sacar, o hara­rita; Elifal, filho de Ur; 36Héfer de Me­quera; Aías o pelonita; 37Hesron de Carmel; Naarai, filho de Ezbai; 38Joel, irmão de Natan; Mibear, filho de Hagri; 39Sélec o amonita; Naarai de Beerot, escudeiro de Joab, filho de Seruia; 40Ira, de Jéter; Gareb, de Jéter; 41Urias o hitita; Zabad, filho de Alai; 42Adina, filho de Chiza, filho de Rúben, chefe dos rubenitas e, com ele, outros trinta; 43Hanan, filho de Maacá; Josafat, de Matan; 44Uzias, de Astarot; Chama e Jeiel, filhos de Hotam, de Aroer; 45Jediael, filho de Chimeri; Joa seu irmão, o ticita; 46Eliel, o maavita; Jeribai e Josavias, filhos de Elnaam; Jitma o moabita; 47Eliel, Obed e Jaassiel, de Soba.



Capítulos

1 Cr 1 1 Cr 2 1 Cr 3 1 Cr 4 1 Cr 5 1 Cr 6 1 Cr 7 1 Cr 8 1 Cr 9 1 Cr 10 1 Cr 11 1 Cr 12 1 Cr 13 1 Cr 14 1 Cr 15 1 Cr 16 1 Cr 17 1 Cr 18 1 Cr 19 1 Cr 20 1 Cr 21 1 Cr 22 1 Cr 23 1 Cr 24 1 Cr 25 1 Cr 26 1 Cr 27 1 Cr 28 1 Cr 29