Missões

Animadores das Missões Capuchinhas

 

ENCONTRO DE ANIMADORES DAS MISSÕES CAPUCHINHAS

Fátima, 11 de Setembro de 2016

 

 

No dia 11 de Setembro de 2016, Domingo, pelas 10h30, reuniram em Fátima, no Centro Bíblico dos Capuchinhos, representantes dos grupos missionários de Barcelos, Gondomar e Lisboa, e outros colaboradores das Missões Capuchinhas da Província de Portugal. Destaque-se a presença de Leigos Capuchinhos em Missão (LCM), tanto os que se propõem partir para Timor-Leste, como os que já viveram essa experiência de missão e agora oferecem o seu testemunho e colaboração missionária. O encontro contou ainda com a presença de alguns frades capuchinhos, todos eles com uma rica experiência missionária em Angola e Timor-Leste.

 

 

 

O frei Isidorus, frade capuchinho da Indonésia, que esteve quatro anos em Timor-Leste e agora estuda missiologia em Roma, estando de passagem por Portugal, aceitou o desafio de partilhar a sua experiência missionária e deixar algumas perspetivas para a animação das Missões Capuchinhas, particularmente nas terras do Sol Nascente. Destacou que todos somos missionários, aqui e lá, e que é necessário cultivar a confiança e a abertura para se dispôr a provar outro sabor de comida, falar outra língua, envolver-se na vida das pessoas com um modo de ser e viver tão diferentes do nosso. Frisou o trabalho muito significativo que os  Capuchinhos, em tão pouco tempo, já realizaram em Timor-Leste, que precisa de continuar a contar com a ajuda que desde aqui tem sido dada pela ação dos grupos missionários e outros colaboradores da missão.

 

O encontro continuou com o diálogo sobre o futuro dos Leigos Capuchinhos em Missão, seis anos após o lançamento do projeto. Os grupos missionários partilharam ainda as atividades de cooperação e animação missionária que pensam realizar ao longo do ano pastoral que agora se inicia, particularmente junto das comunidades cristãs animadas pelos Capuchinhos.

 

 

 

Pelas 16h00, após a celebração da Eucaristia, os 13 participantes deste encontro iniciaram o regresso aos respetivos lugares de proveniência, mais conscientes da missão de acolher e anunciar a Palavra de Deus, pois, como cantaram, “a alegria do Evangelho é a nossa missão”. E todos somos missionários! 

 

(frei Fernando Alberto)